Propósito

Um blog sobre autoconhecimento e espiritualidade que visa passar a informação de maneira clara e compreensível à todo tipo de público.
Alaluchi é a luz que vem da alma que se tornou consciente de si mesma e busca aprimorar-se por si e pelo universo.
Sempre em serviço do bem maior.

O mundo é nosso reflexo - use isso ao seu favor.

Olá! Faz um tempo que não posto normalmente por aqui! :) Vocês vão bem, queridos? Meu corpo andou sofrendo com essa expurgação kármica do período do Sol em leão - estou doente há mais de 12 dias ( mesmo medicada). Muitos insights, muitas visões, muito a dizer e, aos poucos, me curando - em infinitos graus da minha alma. ;)

Hoje quero focar em algo que andou sendo muito relatado para mim: O surgimento dos reflexos extremos na nossa vida - e aproveitar para esclarecer questões sobre lei da atração em 5 tópicos.

1."Mas, afinal, semelhantes ou opostos que se atraem?"




Pela lei da atração, nós atraímos para a nossa vida aquilo que emanamos,
logo, as pessoas que aparecem no nosso caminho nunca são por acaso.

 Até mesmo uma pessoa vampírica pode possuir características similares a nós em alguns casos, pois essas similaridades que a facilitam encontrar brechas em nossas defesas para poder nos sugar.
Da mesma maneira, aquela pessoa que você admira demais também gosta de estar com você por, justamente, terem similaridades - mesmo que você não enxergue.

As similaridades que podemos ver entre as pessoas que nos cercam podem ser dividas em DOIS casos bem simples.

A. Elas SE tratam como NÓS nos tratamos.

ou

B. Elas NOS tratam como NÓS nos tratamos. 



Isso acaba por deixar explicado porque essa observação popular de semelhante atrair semelhante ou oposto atrair oposto não é algo em vão.

Canalização Comando Siriano:" Estamos com saudade."


Sírius A e Sírius B



  Me chamaram mais cedo enquanto eu fazia uma sessão de tarot e pedi para esperarem. Não tinha visto ainda quem iria vir falar comigo... até ver umas luzes no quarto de casal enquanto atravessava o corredor e, ao abrir a mediunidade, ver esses irmãos azuis em roda canalizando energia para minha casa, abrindo um pilar de luz no qual me incluíram. Enquanto escrevia, dois me tocaram, um em cada lado das costas, e mais alguns ficaram ao redor. Vejo-os azuis, com chapéus alongados de mesmo tom, porém não consegui focar nos detalhes.
    Apesar de se conectarem de maneira objetiva, no fundo, eles realmente só escreveram tudo isso por estarem com saudade. Acho que não existe alma no universo que não goste de ser reconhecida e relembrada. Agradeço muito pelo contato, espero que sintam-se abraçados por essa vibração - para isso vou deixar a música que ouvi quando comecei a sentí-los. ;)

                                          Eu quero luz, quero alegria- Rubinho do Vale
                                 

"Saudamos a sagrada irmandade com os irmãos da Terra, somos os sirianos e viemos trazer uma mensagem de amparo para todos aqueles que estão se reconectando à Sirius.

Vossas almas são eternas, como eterno é tudo aquilo que há, e ambos em constante transformação. Já se perguntaram qual a linha de pensamento que é necessária para poder atingir a conexão com os irmãos das outras estrelas?

Canalização do Raio de Luz Branco:"Rendam-se à graça suprema"

    Enquanto eu lia a última canalização do Sementes das Estrelas ( de contato com a nave Herúzia) eu vi o nome de Seraphis Bey citado. Em um segundo, ele estava em minha mente dizendo "Hoje, quem vai escrever é você," e vim correndo para o computador. Chorei muito escrevendo, espero que vocês sintam toda essa energia linda que senti, nunca imaginei que seria chamada para tal. Agradeço muito à oportunidade. 
   Para o texto, deixo a música que ouvi enquanto escrevia, ao final, vou deixar dois links que acho que se encaixam à situação, que eu amo de paixão e acho que podem ajudá-los em vossos processos também. Gratidãããão!!! :) 





"Bendita seja a glória do divino que se espalha cada dia mais por esse plano terrestre.

Canalização de um marinheiro paulistano


Olá, aqui é a Maria Fernanda. Eu gostaria de avisar que faz tempo que estou sendo chamada para canalizar mensagens. No entanto, ainda estou começando e minha vibração pessoal ainda tem certa influência nas mensagens. Com o passar do tempo vou melhorando e vocês irão sentir melhor a pessoalidade das entidades que me pedem para escrever. :) 




"Tem vinte e três anos que eu não vejo a luz da cidade que sempre amei. São Paulo foi minha casa dos dez aos trinta e seis anos quando morri queimado em um acidente na Marinha em 1977 com outros colegas de viagem. 

São tantas saudades que tenho da vida que tinha com minha mãe e minha irmã. Minha sobrinha Lúcia me sempre foi muito querida também. 

Eu me pergunto de onde vem a ignorância que faz o homem usar tão mal isso que chama de tecnologia e progresso? Pra onde pensam que vão? Foram 23 anos que passei no umbraum revendo minha vida e pagando minhas dores até finalmente ser resgatado e ter a chance de viver em paz.

Foi muito alvoroço e frenezi por São Paulo quando importaram- se produtos dos Estados Unidos, principalmente armamentos e equipamentos para a guarda nacional. Era divertido para nós ver a potência daqueles aparelhos sem saber ou lembrar da capacidade destrutiva que eles possuíam e que era, na verdade, sua causa primal de criação.

Apesar de não poder julgar, entristece-me ver como os treinamentos da guarda nacional fazem os homens perderem lentamente sua humanidade - como eles se tornam rígidos e agressivos em prol da tal proteção do país, quando, na verdade, tornam-se grilhões de toxicidade energética para o país colaborando mais ainda para o arruinar deste.

O coletivo fortalece sempre o indivíduo, mas pode fortalecer suas virtudes ou sua ignorância - transformando-se na cura ou no câncer.

Estou mandando esta carta não para meus parentes, pois a maioria deles já achei por aqui. Estou mandando para lembrar à todos aqueles que servem o país que o verdadeiro significado disso é manter sua integridade como humanos e serem exemplos de almas em sua pessoalidade independente do que o seu superior ou coletivo pedem. 

Os superiores verdadeiros estão por aqui e são os que alavancaram o caminho dos céus para nós. É o exemplo deles que temos para seguir. 

Fiquem em paz e não esqueçam desse conselho, pois o umbraum é acessível  todos os que merecerem. Amem e reconheçam aqueles que os amam, mas jamais se percam do porto seguro do próprio eu maior que habita dentro de vocês.

Me despeço aqui.
Atenciosamente, 
Rogério Silveira dos Santos"

Eu consegui ver ele com o uniforme e o cap, porém não consegui o suficiente a ponto de poder desenhar. Senti ele olhando eu escrever me passando uma presença muito forte marítima, nem parece que estou há 2 horas de carro do mar. Ele precisou de ajuda de mentores para trazer a voz à minha mente e eu sinto o quanto ele gostaria de poder ajudar. Acredito que ele irá trabalhar mentorando pessoas da marinha, talvez até pela Umbanda... veremos.
Agradeço a atenção, que esta mensagem chegue à quem for necessário.

Gratidão!

Sagrada Tribo Preta do Oeste - O retorno de uma egrégora

Mandala para representar a Tribo


Após um dia fortíssimo de energias xamânicas, fui tocada para trazer uma canalização para vocês. A Sagrada Tribo Preta do Oeste é uma egrégora que aparentemente esteve se preparando para volta a atuar em peso no Brasil. Eles são uma egrégora, como uma falange da Umbanda, por exemplo, suas almas são extremamente antigas e eles possuem muitas outras vidas e referências além da xamânica.

No entanto, optaram por usar o xamanismo, tão necessário para esses tempos de retorno ao amor por Gaia (Mãe Terra), para trazer uma consciência essencial para a evolução da humanidade -  O Lidar com a Própria Sombra.

Esse é um assunto que sempre quis abordar aqui e em breve farei uma postagem sobre. A sua sombra é todo o seu lado que não vem a luz, ou seja, seus lados reprimidos que o corroem lentamente. Quando não enxergamos nossa própria sombra, essa raiva por estar encubada nos domina e é assim que criamos um país com tanta cultura de ódio. Pois sem enxergarem a si mesmos em seu todo, apontam o dedo aos outros criticando para tentarem se sentir completos.

Nós precisamos seguir o caminho sombrio, o caminho dos nossos lados ocultos, do arcano 18- A Lua e do 15- O Diabo, para lidarmos com nossas fraquezas e nos tornarmos mais completos. Só assim traremos a ascensão. Que seja feita a vontade divina! Alaluchi! :)

Aqui está a canalização:


Como eles se apresentaram para mim
                     
"Sobre agora em diante, os sonhos da humanidade jamais serão os mesmos. As estrelas caem dos céus em chuvas de ouro na consciência de todos aqueles que aqui habitam. 

A corrida dos lobos acontece na calada da noite. E assim somos nós, os silenciosos guardiões da humanidade. Por eras no silêncio da neve profunda, deixando pegadas escondidas dos olhos leigos. 

Pelo vento que rodopia no coração de cada filho da Terra, há de vir um poderoso elemento para o retorno da memória da Grande Mãe. As mãos de Wakan Tanka permanecem pousadas abençoando a todos nós, seus filhos. 

A tribo preta do Oeste vem correndo pelas matas, saltando com suas flechas e adagas. Batendo pés para se firmarem no coração daqueles que quiserem se abrir. Sob o céu estrelado não há mentiras, nem ilusões – nós viemos trazer a verdade, a Verdade de todas as Tribos.


Existe oração maior que o grito/ brado do povo das lendas? Nós criamos na terra, habitamos a água, vivemos no ar e nascemos no fogo. Qual o preço da sua vida? Qual o preço da vida de todo nós? A noite só desce escura para quem precisa ver o que guarda nas mazelas da própria alma. E a flecha só flecha a palpável ilusão.

Somos a tribo Preta do Oeste, somos os filhos e guardiões dos segredos ocultos da alma da noite. Nós viemos para ajudarem a atravessar a sombria jornada todos aqueles que aceitarem o caminho de volta para casa, após milênios de ignorância.
Estamos nos apresentando para saberem que há verdade no silêncio, na noite fria quando o corpo não se ampara por si mesmo. Para dizermos que estaremos vagando pelas sombras para levarmos à jornada profunda da alma à quem se arriscar olhar para a própria sombra interior.

Nossos olhos permanecem vigilantes, nossa alma permanece à honra da Sagrada Vida. Não há retorno sem coragem, não há sabedoria sem desprendimento.
Nós voltamos de muito longe e após muito tempo para essa missão, para o solo aonde vivemos por muito tempo. E nós traremos o nosso entendimento para quem estender a mão a nós.

Axie xie, Amapu Tan, Tumbu yeh!

Louvada seja toda a Criação. Louvados sejam todos os irmãos.

Invocação da Tribo Preta do Oeste:
Eu aceito o caminho sagrado da noite escura.
Aceito retirar o véu de cegueira de mim mesmo.
Quero o mérito para o caminho maior.
Pois sou um com o Todo e somos todos um.
Que venham as bandas!
Axie xie, Amapu Tan, Tumbu Yeh!

Agradecemos a todos os irmãos, por toda a união.
Nós somos os índios de fronte negra,
Sagrada Tribo Preta do Oeste.
"


Alguns animais que trabalham a sombra e que podemos relacionar à esta egrégora são:
Urubu, Gralha, Corvo, Coruja, Morcego, Lobo, Coiote, Beija Flor.

Chame por eles com sinceridade e eles irão até vocês, outros médiuns terão a oportunidade de canalizar outras mensagens deles.
Fico muito feliz por poder ter ajudado. Espero poder repassar mais informações.



Gratidão,
Maria Fernanda

Feelings para o ano de 2016


( Eu comecei a postagem no fim de 2015 e terminei hoje, dia 22 de Janeiro de 2016 - peço desculpas pela demora)

Olá, amigos! O ano está acabando e eu queria conversar com vocês sobre o que andei percebendo não apenas sobre mim, mas sobre tudo o que andei observando nesse final de ano. 

O ano foi pesado? - Foi. 
Tiveram altos e baixos?- Tiveram.
Agosto traumatizou todo mundo? - Traumatizou. 
Isso não significa que o ano não tenha sido incrível pra algumas pessoas, mas falando de karma coletivo, a barra pesou de verdade. 



 Acontece que nesse final de 2015 muitas pessoas começaram a consertar problemas de longo prazo em suas vidas. Está sendo simplesmente incrível a quantidade de pessoas tomando iniciativas de resolução para problemas que até então haviam sido tão difíceis de encarar. 
Neste final de ano, principalmente com energias do meio de Novembro, ( toda a intensidade escorpionina e sua missão de transmutação no mundo), os problemas que estavam latentes afloraram, explodiram ou simplesmente nós deixamos de suportá-los - chegou a hora de espremermos a ferida para finalmente tirar o ferrão e poder cicatrizar de vez.

Mais Acessadas