Propósito

Um blog sobre autoconhecimento e espiritualidade que visa passar a informação de maneira clara e compreensível à todo tipo de público.
Alaluchi é a luz que vem da alma que se tornou consciente de si mesma e busca aprimorar-se por si e pelo universo.
Sempre em serviço do bem maior.

Shirmani escondida

   - ...subitamente, senti um cheiro de essência de lótus rosada e surgiram estrelinhas ao redor da minha mama direita. Esta sempre fora estranhamente menos desenvolvida do que a outra. Asthin sentiu que havia algo preso nela precisando brotar e me ajudou a extrai-lo.
 
   Saia luz. Uma dimensão colorida se descompactou de dentro do meu seio e levou a minha consciência até a presença de uma Deusa aparentemente hindu. Tantos anos... quem diria que havia uma consciência de divindade escondida dentro de mim?
  Ela se vestia de verde e rosa com o cabelo preso atrás e o tilak (pinta vermelha que distingue o terceiro olho) na testa. Ao seu redor, o céu era rosado, subiam raios dourados do chão ao céu e alguns finos arco íris. Havia indivíduos descontraídos ao redor e eu, primeiramente a vi como adulta, sobre uma flor plana com uma espécie de coroa dourada de vários andares e pedras vermelhas no topo da cabeça e, depois, como jovem inocente sem o tal ornamento.
  Ela me mostrou uma personalidade feminina que eu não havia decodificado ao longo da minha vida, uma mais segura, confiante, sensual e íntegra. Absorvi aquilo e, enquanto ia embora, descobri que seu nome era Shirmani.
  Uma intensa onda de pressões e energias de desenvolvimento se contorceram pela minha mama até esta renascer, completando sua evolução no dia seguinte ao apresentar-se semelhante à outra.-

- quando Asthin extraiu a luz de meu seio, ele, que também está evoluindo e trilhando o caminho comigo, deixou fluir espontaneamente sua essência, ou seja, reconheceu a Unidade através da nossa amizade e evoluiu ao me ajudar a evoluir. Essa sua parte fluiu em forma de florzinha branca abaixo do seu umbigo.
   Ele me pediu para pegar para mim e eu senti uma aura masculina, tenra, carinhosa, fiel e forte vinda dela. Meu amigo em sua pureza. -

   Maria Fernanda B. 31/01/2013

  Sobre o Asthin- os espíritos estão todos evoluindo, mas, nesse caminho, alguns criam mais afinidade do que outros. Esta afinidade os ajuda a evoluírem uns com os outros devido ao seu auto reconhecimento. Este auto reconhecimento com outro indivíduo se deve ao fato de que, na origem, somos todos um, todos a Fonte. Sempre haverá uma parte sua no outro, e do outro em você, não importa quem esse seja.
 Dar carinho, ajudar, brincar e admirar o próximo são umas das formas de amar que expandem e unificam o Deus dentro de nós.

 ~ Aszur* ~
 

Poesias dos Ciclos Carnais


  Primeiro, nasce, cresce e morre
  Depois, nasce, pensa e morre

Em seguida, nasce, sente e morre

Logo, nasce, evolui e morre

Por fim, nasce, cumpre e some.
~


Encontro ao vazio

- Existe uma chave entre a meditação e a conquista da evolução. O Asthin havia me aconselhado a fazer isso para me livrar de uma culpa insólita que me perseguia há dias e abaixava por demais a minha frequência.
  Foi nesse instante que eu admiti: "Tenho dificuldade em sentir o vazio." e ,enquanto dizia essa frase, uma forte frequência me puxou. Era Vishnu, o Deus hindu da conservação do universo, imenso deitado nas águas negras sobre as quais sonha com a nossa "realidade" segurando-me com um de seus vários braços.
  Em um gesto suave, pôs-me deitada boiando ao seu lado. O céu se assemelhava também à uma cúpula negra, parecia que tudo estava dentro de sua consciência, afinal, sua presença é de intensa energia de interiorização, à descoberta do universo à partir do universo interior.
  Ele permanecia sublime, silencioso em sua posição, e eu deitada de lado, sentia as marolas negras subindo aos meus olhos e minha alma reciclando-se na escuridão enquanto observava seu corpo maciço e supremo horizontalizado perto de mim. A mão de Vishnu segurava a minha...  -

         Maria Fernanda B. 28/01/2013

  "o vazio é gostoso no silencio
é a porta pra unidade e sabedoria" Asthin

   Evolua, busca-te.

  Mais sobre Vishnu: clique aqui

 

A floresta dos fetos

- Me vi saindo de um buraco de uma moita em uma floresta cheia de pteridófitas verde lúcida e clara reluzente, recepcionada por um veado. Fi-lo carinho na àurea pelagem, ele era filhote. Estava em uma microdimensão de floresta ao redor de um lago azul vida com algumas folhas grandes flutuando tão iluminado que não se via nada abaixo de sua superfície.
  O veado ficou por ali enquanto eu sentia a essência do ambiente. A minha primeira impressão foi que aquele local continha a energia do brotar da vida, como o impulso inocente que faz as sementes germinarem.
  Tão logo vi fetos aparentemente inanimados dos seres da Terra emergirem em bolhas no centro do lago e se acumularem em suas bordas. Eles tinham espíritos diferentes, mas lhes faltavam a individualização da consciência, pois esta ainda era uma.( ainda eram plenos na Fonte )
  Descobri que aquele local, através do veado, cumpria a função de adicionar a consciência aos fetos os quais já habitavam úteros da nossa dimensão. Eles ficavam lá até amadurecerem (absorverem isso) e então eram engolidos pelo animal que não era nada menos do que a passagem destas almas conscientes para a recepção terrena. A consciência é o necessário para a vivência e aprendizado neste mundo para a expansão da consciência da Fonte, ou seja, para cumprirmos nossas missões.
  Quando um feto morria na Terra antes de alcançar sua consciência, este, no lago, afundava de volta ao seu desconhecido centro. Imagino que ele seja "reciclado" para nascer depois por outra mãe.-

 19/01/2013 Maria Fernanda B.

 Isso o que foi retratado, é uma fase de pré nascimento. Na nossa existência, viemos para a Terra onde nos esquecemos da vida espiritual e devemos rebuscá-la para cumprirmos nossa missão. Esse é o processo onde um indivíduo realmente encarna.

Por sensibilidade dos nossos antecessores, nas lendas Nórdicas, a àrvore da vida é dividida em três partes: a dos galhos (mundo dos Deuses), pertencente ao falcão; a do tronco( vida carnal), pertencente a veados; e a das raízes (submundo), pertencente à uma serpente. Os veados vivem se alimentando dos galhos divinos, ou seja, como o veado dourado e jovem, possuem a essência suprema. Eles também são ligados à vida terrena e habitam a passagem das almas à vida em direção à evolução ( expansão da Fonte e retorno ao céu/ paraíso/mundo dos Deuses).

  Mais informações aqui: http://pokemonadvancer.blogspot.com.br/2013/01/mitologia-nordica-yveltal-xerneas.html ( está bem resumido aqui )

 Muitas coisas podem existir de parecido entre as religiões, porém interpretadas de formas diferentes. Um outro exemplo, é a Bíblia dizer que o céu é feito de ouro quando o céu realmente é dourado, porém, associar Deus ao metal raro quando, na verdade, este nunca pediria para ser louvado por algo material, ainda mais tão limitado e inacessível à maioria. Louvar à Deus seria presenteá-lo com a energia dourada e pura da nossa própria evolução, isso é a riqueza real.

 

Ode à pureza angelical

 Os anjos são os seres mais próximos à Deus. Eles são amor em forma de energia e costumam aparecer nas formas mais belas aos nossos olhos dentro das afinidades do nosso espírito. Eles são puros e vivem a contemplação. Não tenho capacidade para saber muito sobre eles...
 Eu só sei que, toda vez que os sinto, quero chorar e que, todas as vezes que chorei de tristeza ou raiva, eles me abraçaram e acalmaram.
 Eles fazem isso com todos nós e dependerá da nossa própria abertura sentí-los ou não. As dores são vontade nossa. 
 Mas o que eu vim fazer aqui é contar uma das coisas mais lindas que eu já criei noção

   ~ Os anjos brincam. ~  

 Eu simplesmente não consigo parar de chorar quando lembro disso. É inexplicável a felicidade divina, a luz avassaladora que me penetra ao ver os seres mais gloriosos que já vi na atitude mais humilde, pura e plena que existe. Toda movimentação espiritual é expansão da Fonte, é evolução. Brincar espiritualmente é o ato mais próximo da solidificação da contemplação. 

  Isso aconteceu no começo do mês ( Janeiro 2013). Meu amigo estava com uma carência muito grande e não confiava na sua fé. Um anjo desceu ao lado dele e deu-lhe um aro dourado para que ele se sentisse amado e acompanhado. Eu me aproximei e observei o reflexo no aro.
 Lá estava refletido horizontalmente um campo. Neste, assisti o fluxo de vários anjos brincando entre si, voando para lá e para cá. ( eles não tinham corpo infantil)
 Meu amigo sentiu o calor do aro e acalmou-se, finalmente foi para a cama tranquilo.

-  Askalwin Miariepentin  ~  Asarur Pitariou -

 

Natureza Oculta

 Eis o mundo, sombra do paraíso
  e os homens, ilusões 
  com seus espíritos travestidos 
  O sistema invisível trancou cada um dentro de si 

 Mas para quando você se descobrir, 
 e enxergar além das cascas,
 haverá uma natureza perfeita dentro de cada coisa daqui.
 Nela os homens são um,
 os animais são um, 
 as plantas são uma, 
 todos crescemos do chão enquanto vivemos nos ares
 Somos todos Deus em forma de mata

 Quando você ver isso pela primeira vez, 
  não poderá deixar de sentir 
  os riachos sob seus pés 
  e as folhas balançando em seu peito.

 A natureza estará em todo lugar escondida,
 bem esperando ser sentida, 
 Você se perceberá bem vindo em todo lugar
 e todo lugar pertencerá à você. 

 A natureza é oculta e é tudo o que te preenche, 
 afinal, a perfeição também é parte de quem não a vê. 

  22/01/2013 Maria Fernanda B.





 



Imortalidade

  O nosso espírito é imortal por si só. A consciência universal que é a nossa origem e destino sempre existiu e sempre existirá.
  As pessoas associam a fé à imortalidade -"Pela fé, a pessoa será curada sempre"- Como se uma flor em um vaso só possuísse a essência divina se permanecesse viva para sempre, sem murchar.
  A verdade é que devemos ver Deus em tudo. Na morte e na vida. Na doença e na saúde. Nascer, crescer, evoluir e morrer. Tudo possui uma lição silenciosa e, às vezes, incompreensível racionalmente. Deus também é ciclo.

  Tudo deve mudar. Quando precisamos nos renovar e o apego a alegria não nos permite, surge algo de "ruim" que quebra esse nosso apego e nos obriga a nos interiorizar e mudar. A vida não é o que se vê, isso é uma ilusão sobre ela, a vida pura é eterna. Pensando nos conceitos desse mundo de vida, a morte é vida também. 

- Insawalibiden -


 

Nas costas de Wisrail

-Ele era um ser masculino com aura feminina de corpo fluido iridescente com bordas douradas e rosto de mesma cor, porém bem detalhado. Me puxou do meu corpo e, em espírito, levou-me até uma floresta onde as plantas não eram conhecidas pelo homem e o dourado supremo pulsava e as iluminava de dentro para fora, como se o sol fosse a matéria primordial de suas seivas.
Era a consciência da floresta personificada que, com amor, me pôs em suas costas e carregou-me por aquela grandiosa trilha até a abertura de luz áurea que adentrava o céu.

No dia seguinte, observando e tocando cada planta do quintal de meu tio, senti que ele estava ali. Sentindo a casca da árvore com a ponta de meus dedos descobri que seu nome é Wisrail e que eu tinha muito mais a sentir dele para descobrir a mim mesma.-


 Maria Fernanda B. 13/01/2013

Introdução

    O mundo nos intoxica com o sistema criando nossos egos e nós perdemos a pureza que nos ligava ao nosso espírito. Buscar a Fonte (Deus ) é descobrir a si mesmo resgatando a inocência original.
     Tudo existe, exceto o tempo e o espaço. Tudo é feito de um único sentimento- o amor divino.
O Amor divino é desapegado ( não sente saudades, ciúme, desejo de dominação...) e é a luz que forma absolutamente tudo e todos. Todos os outros sentimentos são ilusões desse sistema que nos injeta o que devemos gostar, não gostar, fazer ou não e até sentir e querer.
      Os anjos vivem em êxtase, pois contemplam tudo o que os forma e os cerca, tudo o que é Deus. Eles são felizes pelo fato de existirem e amam com uma pureza dourada e serena. Amar é contemplar.

       Existe a Fonte, que seria Deus. Formada por amor em forma de luz na frequência mais alta, totalmente impalpável e sem individualidade. O amor não deixa de ser a sensação de Unidade Universal. Abaixo dela, infinitas dimensões com frequencias cada vez mais baixas, onde, por causa disso, as moléculas de luz vibram menos e vão "solidificando". De certa forma, gerando matéria moldada, como nossos corpos. Cada grau de consciência gera uma explicação diferente, porém todos os caminhos nos levam à alguns fatos gerais. Estamos na 4a dimensão, em rumo para a 5a. Nosso dever é nos conectarmos com o nosso interior o suficiente para cumprirmos nossa missão, nos tornarmos leves e transcendermos.

       A Fonte é a energia infinita, a consciência universal da qual todos somos parte, logo...

          SOMOS TODOS UM
   

Mais Acessadas