O Bom Vaidoso - por Hermesto Nathanael



Energia nem sempre equivale à índole. Muitos "bonzinhos" trazem um lixo energético degradante por não resolverem suas questões internas e focarem tudo sempre nos outros, na sua bondade apenas com o próximo, mas não consigo mesmo.

autor não encontrado
Muitos se questionam porque certas coisas acontecem na vida deles se eles sempre cultivaram o bem.


Cultivar o bem na sua vida é, em primeiro lugar, tratar todas os seus complexos pessoais - é ser bom ( e corajoso) consigo mesmo - para ser mais bem resolvido e feliz.
Cultivar o bem não é se por de lado pra mimar, apoiar ou tentar resolver os problemas do outro.

Quando você cultivar o bem, resolverá suas próprias questões do que ficar questionando porque alguém não o veio ajudar, já que você ajudou tanto antes. Ou será que ajudou só pra ter o troco garantido quando precisasse?
Tudo na vida do ser humano pode se tornar vaidade se ele usar isso para tentar se sentir inalcançável para os outros.


Suas grandes habilidades, vaidade
Seu grande caráter, vaidade 
Sua tremenda mediunidade, vaidade 
Suas opiniões maravilhosas, vaidade
Seus gloriosos princípios, vaidade
Sua dor incalculável, vaidade
Seu papel de mártir da sociedade, vaidade
Sua honestíssima caridade, vaidade.
Seu silêncio honroso, vaidade 
Sua discrição puritanesca, vaidade

A pessoa que transforma suas qualidades em vaidade sempre será invejosa e sempre atrairá gente assim. E a inveja também se tornará uma vaidade: "Você viu quanta gente com inveja de mim?!"

Pobres coitados, tão bons, não é? Que mundo injusto, que universo injusto, que Deus injusto!
A vaidade é como Narciso em sua lenda, que olhou tanto para si mesmo no reflexo do lago, que morreu afogado.


Você crê que é belo, que é grandioso de maneira inalcançavel por um véu de reflexo que tem de si mesmo e vai afundando no lodo, até não suportar mais.
Cuidado quando se achar o único peixe grande, pois, às vezes, basta um outro pequenininho, para você se engasgar.

 Quão ardida e fugaz a vaidade é.
O vaidoso é lindo, mas quando sente-se ferido e esquece de se observar, torna-se um monstro para derrubar e destruir que feriu sua divina perfeição.

Quão pequeno, quão frágil, quão fraca é tua aura, vaidoso. Quão grande e fina é a película de teu ego. Quão fácil é de derrubar.


O bom verdadeiro se valoriza sem emanar a energia de que quer passar por cima dos outros.

Cada ser é de um jeito, mas a energia do Bom é sempre branda consigo mesmo e ilumina o seu entorno sem ofuscar.

- psicografia do mentor Hermesto Nathanael
Através da médium Maria Fernanda Balazs
24/11/2017 02:31 77%

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ESSÊNCIA DO CONVERSAR

CORAÇÃO AÇÃO - por HANIEL

Sabedoria de Bruxa Morgana sobre uso de Magia