O seu passado está consumindo você? - por Zacarias Zadkiel

Quando uma pessoa possui vivências muito fortes em sua infância ou períodos passados, ela tende a carregar não só o peso emocional das memórias e crenças que embutiu com essas vivências, como tende a sentir que sua identidade completa é parte dessa história.

Se alguém pedir pra se apresentar e falar um pouco de você, o quanto de referências à fatos passados você vai usar para definir o seu eu? Essa pessoa nunca saberá quem você realmente é, pois a sua auto descrição é como um linho desbotado e encardido de anos e anos de atraso na vida.
imagem: psico online

Essa pessoa só poderá entender você se você usar a principal referência que ambos tem em comum - o nítido e concreto presente. Mesmo que você seja muito marcado pelo passado, as coisas tiveram seu andamento natural e, por mais forte que isso viva dentro de você, é justamente o ponto, isso vive somente dentro de você.
À cada vez que você pega o doce pão de cada dia, você deve usá-lo para alimentar a criança que está eternamente crescendo, o seu presente. E não o cadáver do passado.


Alimentar o passado não irá mudá-lo, pois ele já é morto. A única coisa que irá mudá-lo é como você encara sua lápide em seu subconsciente.
E à cada vez que você o alimenta, deixa passar fome essa criança pura chamada presente. Essa eterna renovação que lhe persegue e que abre todas as portas para os frutos que você irá colher amanhã.
Não pegue o fruto que a criança do presente colheu e jogue no caixão do passado, pegue esse fruto, arranque as sementes, jogue no solo e alimente-se dessa alegria passageira. Sim, cada alegria é passageira, pois tudo passa, mas sempre deixa sementes e portas abertas para novas alegrias virem.

E pegue o seu cadáver, tire do caixão imaculado de metal no qual o mumificou e jogue-o nú na terra. Assim, ele será adubo para o solo ficar mais fértil e sua hora poder crescer.
"Viva e deixe morrer." - Não é mesmo ?
Tudo muda, tudo passa, tudo se transforma. Não adie sua colheita positiva postergando essa felicidade, isso mostra ao universo que você pensa de forma miserável - você não colhe para "guardar" e adia, adia, adia.... até o fruto apodrecer no próprio pé. Colha, usufrua, liberte, abra passagem para mais... é o fluxo e o fluxo quer você vivo.

Viver é mudar, é transformar, até mesmo se a rotina for boa e pacata, ela deverá mudar. Não proteja o que não se move, não abrace com tanta força o que parece estável e sólido. Tudo cai, muda e se insistir contra, será empurrado à força.
Siga o fluxo e enterre de uma vez o passado, pois sua alma em paz ainda irá abençoar-lhe a caminhada.

grato pela oportunidade,
Mentor Zacarias Zadkiel
pela médium Maria Fernanda Balazs
19:32 08/02/2018

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ESSÊNCIA DO CONVERSAR

CORAÇÃO AÇÃO - por HANIEL

Sabedoria de Bruxa Morgana sobre uso de Magia