Os 7 maiores erros que cometemos com a nossa espiritualidade

Olá, amigos! Eu andei sentindo a necessidade de falar sobre proteção, pois isso envolve muito da minha questão pessoal de encontro com a espiritualidade e porque vejo muitas pessoas cometendo os mesmos erros que cometi e passando por aquilo que, se dependesse do meu desejo, ninguém mais passaria.
 Tudo faz parte do nosso crescimento e, mesmo eu os chamando de erros, eles são extremamente necessários , pois é assim que amadurecemos e nos lapidamos. Então devemos aceitar e fazer melhor da próxima vez sem ficarmos remoendo sentimentos de culpa ou remorço por causa disso. Afinal, nós viemos pra esse mundo justamente para passarmos por isso e transcendermos tudo isso até voltarmos ao colo do Criador.
Vou começar contando minha história e, logo em seguida vou citar os 7 erros. ( Dos quais a maioria eu cometi também) e dar as considerações finais.






Sobre a minha história: Eu fui criada em uma família católica, e não era exatamente os católicos fervorosos de missa todo o domingo, porém, também não era aquele "sou católico(a) porém gosto do espiritismo.", todos os preconceitos à tudo de diferente estavam embutidos e eu não podia chegar perto de nenhuma outra crença. Então, eu não conhecia basicamente nada de diferente daquele catolicismo opressor aonde tudo era pecado com o qual fui criada pela minha família.
    Apesar de ser católica, desde sempre eu acreditei em reencarnação - sabe quando as pessoas perguntam "Por que gente boa morre cedo?", eu demorei pouco tempo até começar a responder "Porque Deus precisa que essas pessoas boas nasçam e façam o bem em outros lugares do mundo que, nessa vida, elas não conseguiriam chegar sozinhas." - isso era bem claro na minha cabeça. Eu também gostava de várias simbologias e acreditava em umas coisinhas um pouco diferentes, porém continuava tentando encaixar tudo isso à religião.
    Com uns 14 anos,  eu comecei a descrer, minhas orações eram mecânicas e, às vezes, me dava desculpas para não fazê-las - desde que nasci, meus pais brigavam muito, me cobravam muito, eu vivia infeliz e isso parecia não mudar nunca. De repente, comecei a ver vultos.
    Tinha medo de andar pela casa, fiquei com medo de morrer e voltei a rezar desesperada pedindo para Deus me tirar a visão daquilo. Então, assim o fez, eu parei de ver e, depois de um tempo, me aproximando de Nossa Senhora de Guadalupe, comecei a ver pontos de luz pelos cantos, ouvir de vez em quando vibrações que pareciam sons angelicais e via raios de luz descendo do teto do meu quarto como quando existem buracos nas nuvens que estão à frente do Sol, dentre algumas outras coisas.


Meu céu foi se abrindo aos poucos.
    Certo dia, prestes a me formar da escola, com 17 anos, peguei amizade com um menino e ele, sem mais nem menos, chegou um dia falando que tinha se lembrado de uma vida passada aonde vendia verduras numa feira italiana e eu fiquei chocadíssima. Contei meu caso e ele começou a me abrir para a espiritualidade.
    O impacto foi tão forte que eu passei uma noite inteira chorando após conversar com ele no msn e sentir com minhas mãos uma flor que ele disse ter posto em espírito no topo da minha cabeça. Esse mesmo amigo me apresentou por msn à minha alma gêmea, à qual demoramos 2 anos para nos ver ao vivo e hoje já namoramos à outros 2. Esta minha alma gêmea tem a mediunidade aberta desde os 4 anos de idade.
     Porém, o que tinha de igual entre nós três era que nós nos abrimos para a espiritualidade e para a mediunidade sem ter ninguém com quem contar, ninguém para nos instruir e nem sabíamos que existiam cuidados e regras ou que podíamos vivenciar ilusões. Para nós era tudo real e infalível, não havia ilusões e nem obsessores. Nós desbravamos a mediunidade sem nem saber que o ego era quem podia nos estar guiando e levando à caminhos que, na verdade, não eram tão bons assim. 
     Nós cometemos uma infinitude de erros, acreditamos em incorporações de entidades que se fingiram de boas, nos deixamos levar pelo ego, fomos "guiados" por pessoas tão desregradas quanto nós, frequentamos lugares que aparentavam ser plenos e não eram, ficávamos super preocupados com o que fomos nas vidas passadas, em sermos "cristais" e esquecíamos da nossa própria vida atual, achávamos que sabíamos nos proteger, apesar de vivermos com medo, tentando nos limpar e captando densidade uns nos outros, mas apesar de tudo isso, nós sempre amamos ajudar o próximo, sempre tivemos um amor sincero pela caridade e essa foi a abertura chave para recebermos o chamado e sermos guiados para o crescimento espiritual correto. Pessoas sempre diziam que tínhamos muita luz e isso é o que até hoje dizem.( Que bom!)
    Eu e meu namorado acabamos nos afastando do 3o amigo. E, aos poucos, fomos aprendendo com os nossos erros, começamos a pesquisar o espiritismo, aprendemos a distinguir melhor entidades negativas de boas, entendemos o que é autosabotagem, desenvolvemos a mediunidade, aprendemos melhor a viver no presente e não deixar o ego dominar sobre a alma, nos aproximamos do xamanismo, hinduismo, kardecismo, umbanda e várias outras religiões com mais critério e bom senso, dentre  várias outras coisass.... nós ainda erramos e ainda erraremos muito, mas eu afirmo para vocês que nós aprendemos muito nesses 4 anos ( parece que vivemos dezenas)  e, hoje, no alto dos meus 21 anos, digo que dou o melhor de mim e daqueles que me guiam enquanto escrevo para podermos ajudar vocês.

Se vocês olharem o começo do blog, verão um pouco de como era a minha vida nesse período. Era tudo muito louco, porém, no meio de toda aquela ilusão, havia verdades, havia luz também e tudo aquilo foi parte essencial para eu ser quem sou hoje  e passar as informações com a lucidez que conquistei, por isso não deletei essas postagens antigas. Ainda me engano, erro como todo mundo, vou contar ainda muita coisa para vocês e não me excluo do que contarei adiante.... mas estarei sempre dando o meu melhor e sou extremamente grata ao apoio de vocês.

---------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

Lótus: a flor da consciência nasce do lodo.


Os 7 maiores erros comuns que cometemos com a nossa espiritualidade.

1) Querermos ser demais.

   Nós somos todos criaturas grandiosas, somos todos filhos de Deus e somos igualmente iluminados pelo mesmo Sol e sustentados pela mesma Terra. Nós somos luz, sim! Temos nosso poder - porém toda a nossa grandiosidade só se desperta em nós quando nós amarmos e respeitarmos os nossos irmãos sem subestimar ou superestimar a nós ou a eles.
   Os anjos são completamente caridosos à nós. Eles vivem ao lado do Criador e sempre escutam nossos pedidos de socorro - nenhum deles é "bom demais" para nós. Eles não nos ajudam porque tem essa obrigação por serem anjos, eles são anjos por terem tanta sabedoria que entendem nossas necessidades e se compadecem de nós, por piores que sejamos.
   A humildade, a compaixão e a caridade são naturais à toda a criação, porém permanecem dormentes até que ganhemos experiência o suficiente para lembrarmos de que somos todos irmãos e elas voltarem a despertar em nós.


a) Essência superior

     Quantas pessoas vocês não conhecem que se apresentam citando cheias de ego qual é a profissão delas, ou o que elas estudam ou....... qual sua religião....ou até  falando que são grandes filhos das estrelas, crianças Indigo/Cristais e que só encarnaram para ajudar a nós, pobres mortais, a termos um pouco de sua grandiosíssima iluminação. Existe diferença, nem tanto no que dizemos ou fazemos, mas mais na nossa intenção ao dizer ou fazer - você pode usar um crucifixo no pescoço por isso te lembrar Jesus, ou por isso fazer os outros lembrarem que você é "de Jesus", você pode usar um pentagrama no pescoço porque está descobrindo agora o paganismo e isso fazer você se sentir encontrado no momento ou porque você quer que todo mundo saiba que você é maior bruxão....

     Eu passei por um diálogo com uma pessoa uma vez que ficava rodando sites espiritualistas para ver quais características encarnatórias ele tinha.... então eu perguntei - e eu? E ele me respondeu: - Ah, você tem características de "Semente das estrelas", "Anjo encarnado", "Fada em forma humana" e "Criança Cristal". Parecia um jogo de RPG aonde eu fazia parte de várias guildas. Ego, ego, ego...
 A mesma pessoa participava de um grupo de crianças Cristal/ Índigo e infinitos pais postavam fotos de seus filhos pequenos ou até de barrigões de grávida falando qual dos dois tipos acreditavam que seu filho era e ficavam jogando kilos de auto afirmação por cima dessas crianças para que elas fossem o mais puras e iluminadas possíveis. Alguns, inclusive, deixavam seus filhos "Indigo" destruirem a casa e serem grosseiros com as pessoas para expressarem sua natureza rebelde.



Rei na Barriga ( fonte aqui )
     Amigos, temos várias vidas passadas, temos vários códigos em nossa genética ( e podemos sim ter essência de Índigos, Cristais, etc), mas se estamos aqui é porque somos humanos e temos karma humano. Todos os que aqui encarnaram estão aqui para aprender e temos coisas à consertar também. Muitos de nós somos almas mais antigas, possuímos mais conhecimento, mais entendimento sobre como vivenciar o amor de Deus, mas todos precisamos de educação e humildade dos outros quando crianças, pois simplesmente é isso o que nos torna adultos melhores, com disciplina, sem projeções de identidade dos nossos pais nas nossas costas, para podermos repassar com verdade e leveza tudo o que aprendemos ao próximo e, também, para termos menos impedimento para aprendermos o que tivermos que aprender.


b) Médium superior
      Porque ele trabalhou por 20 anos na mesma casa espírita, porque ele pesquisou mais, porque ele incorpora ou canaliza entidades superiores ou entidades diferentes que ninguém nunca ouviu falar, Porque ele prevê mais coisas, porque ele sente mais coisas, porque ele é melhor no trabalho de descarrego. Porque ele canaliza mais mensagens para psicografias em sites e blogs do que outros.

     Ele nunca admite que pode ter incorporado, seguido, canalizado, acreditado em alguma entidade negativa ou alguma ilusão de seu próprio ego.

     Tem gente incorporando Saint Germain toda segunda feira, Pena Branca na quarta e canalizando Kuan Yin toda quinta enquanto vive brigando com a família, bebe até cair nos finais de semana e acha que vai transcender dessa vida daqui uns anos, afinal, já é iluminado demais e esta será sua última encarnação.

     Todos estamos dispostos ao erro, todos podemos nos enganar em algum momento - abaixo de Deus ninguém é perfeito. Sinta com humildade no seu coração - aquela entidade te passa algo estranho?

c) Entidades/ Deus superiores

    O mesmo para o parágrafo anterior. A pessoa não diz que se acha superior, porém o caboclo dele é bem mais forte que o seu. O Deus dele é muito melhor que o seu. Ou o Deus de vocês é igual porém ama mais a ele. As entidades são dele e vivem a mercê dele - elas não tem vida no espiritual - e ele é plenamente convicto de que tudo na vida dele depende de sua adoração a elas e não ao seu trabalho pessoal.

    Existem infinitas maneiras de nós nos acharmos que questões de origem e nascença nos fazem ser superiores... e infinitas maneiras de nos enganarmos para acreditar que não estamos nos achando demais....admitir que somos falíveis, que fazemos coisas erradas de vez em quando, não prometer coisas que talvez não possamos cumprir, não ficarmos nos medindo aos outros e pedir perdão são os melhores remédios para impedirmos isso.



2) Querermos saber mais
                                      

fonte aqui
     Eu posso um dia aparecer nesse blog me desculpando por algo que disse antes. Assim como disse que minhas postagens antigas estavam cheias de ilusão. É triste, porém normal, construírmos tijolos de certezas e depois caimos dessa própria torre.
Às vezes, nós podemos prejulgar alguém como menos espiritualizada, porém quando olharmos ela de perto, vamos perceber que ela tem sabedoria sobre coisas as quais nós podemos estar engatinhando ainda.
      A sabedoria vem com a vida, mas esse mundo não é plano - existem milhões de maneiras de encarar algo, logo, o nosso pode ser verdadeiro, porém não desvalida o do próximo.
 Na verdade, querer mostrar que nós sabemos mais do que os outros (de uma maneira orgulhosa), apenas prova o quanto não estamos aptos para termos os conhecimentos verdadeiros sobre o assunto pela forma como nosso ego atacado venda nossos olhos.

3) Excesso de Credulidade


      Queridos, todos nós temos que nos encontrar com nosso Deus interior, pois ele sempre dirá o que nos convém ou não. Não são todas as canalizações que são verdadeiras, nem todas as entidades que incorporam falando bonitinho. Lembrem-se, não são só as entidades de luz que sabem o que se passa nesse mundo: as catástrofes, os portais, o karma, a ascenção.... todo mundo sabe disso! A internet é muito boa para as falsas entidades, pois a distância, o visual e iustrações bonitinhas do site, a ausência de voz, de presença de espírito, de podermos observar o comportamento e vida do médium garante bastante impunidade para que não percebamos se eles nos passam algo bom ou não e acabamos sendo levados por aquele papinho básico " O mundo está subindo de dimensão.... vocês estão passando por um período de espiação para purificação..... Gaia nos chama..... nós estamos ajudando vocês...... amamos vocês...."  isso é algo que as entidades boas também falam, mas existem alguns detalhes que vocês podem observar racionalmente ( além de sentirem na intuição) que demonstram suspeitas de que o ser não seja tão de luz assim.

                                     


Também faz parte do excesso de credulidade achar que tudo o que devemos saber virá sozinho por intuição. Sempre é bom dar uma estudada no que tivermos à mão, como, por exemplo, eu descobri da pior maneira que não consagrar um incenso ( vela também) antes de usá-lo pode transformá-lo em atrativo pra obsessores.

Dicas de como descobrir se a entidade é negativa:
  • Você sente luz, amor, harmonia vindo daquela entidade? 
  • Observe a vida de quem a incorpora - esse médium vai bem? 
  • Como era e como ficou a vida desse médium após começar a incorporar essa entidade? 
  • E a sua, depois que começou a dar ouvidos à ela? 
  • Entidades negativas que se fingem de boas costumam se lapidar nas técnicas de enganação com o tempo, sempre que descobrir uma entidade nova, pesquise sua origem e como ela surgiu na vida do médium. 
  • Elas também tendem a tentar imitar esteticamente guias de luz que nós já conhecemos como bons, como Aranjo Miguel, Kuan Yin, Jesus e outros ou parentes nossos desencarnados.
  • Eles usam magia para fingir que tem uma aura iluminada, e aparecem com olhos vidrados e brilhosos ( é uma técnica de magia trevosa - nem tudo que reluz é ouro, queridos) 
  • Eles podem pedir constantemente para que você confie neles e se abra pra eles. 
  • Falam coisas indecentes ou paqueram pessoas encarnadas.
  • Pedem oferendas ou coisas. O que você sente no seu coração delas? 
  • Fazem ameaças diretas ou indiretas para que você siga o que eles lhe dizem. 
  • Se fazem de mediadores entre você e Deus: "...porque quando vocês transcenderem essa dimensão e vierem ao nosso colo, nós os levaremos aos céus." é diferente deles dizerem que nós poderemos ter mais contato e evoluiremos juntos. Como eu disse, são detalhes. 
  • Você sente a presença dessa entidade te observando o dia todo? Entidades de luz tem outras ocupações no céu, quem vive seguindo gente para sugar energia alheia é obsessor.  
  • Tente não racionalizar - a mente pode nos enganar para nos convencer de que aquilo é real - feche os olhos e sinta no seu coração - sinto luz e paz vindo daqui? Isto está sugando a minha energia e a do médium? 
  • Essas entidades falam de Deus? Ou parece que só existem elas acima de nós? 
  • Elas te fazem crer no seu potencial próprio? Ou tudo o que você tem é graças a elas?

A maior entidade que você deve ouvir é o Deus que habita no seu coração. 



4) Simpatias e magias

    Não existe simpatia, pedrinha, banho de ervas, vela e magia nenhuma que superem o poder de uma oração ou uma meditação.
    Elas podem, sim, ajudar, mas sempre tenha consciência que nenhuma delas é cem por cento necessária para você alcançar seu caminho. Deus já te deu todas as ferramentas para a iluminação dentro de seu próprio corpo.
    Oração é você e Deus! O Deus que criou tudo! Que criou todo o universo, todas as pedrinhas, ervas e elementos de simpatias e magias que existem. A oração vai direto ao Criador, sem rodeios, direto à Origem de tudo e, por isso, é a maior invocação que podemos fazer!



Fonte site da Veja


    Parem de acreditar que toda simpatia é boa. Tem muita magia negativa fingida de "ajudinha mágica" e, sim, se vocês às fizerem, podem até ter resultado, pois entidades trevosas também tem poder, mas você estará intoxicando seu perispírito e provavelmente acabará obsediado logo de cara.

    Existem as magias que são claramente negativas - como as que sacrificam animais, que são nada menos nada mais do que nossos irmãos e que sentem e sofrem tanto quanto nós.

    Porém você sabe exatamente o que separa uma magia negativa de uma positiva?
 
    A SUA INTENÇÃO.

-     A MAGIA POSITIVA  É FEITA DE AMOR, ELA PERGUNTA A DEUS SE TEM A PROBABILIDADE DE CONQUISTAR OU RESOLVER ALGO.

-     A MAGIA NEGATIVA NÃO PERGUNTA A DEUS O QUE ELE QUER, ELA FORÇA, ELA MANDA E, MUITAS VEZES, VEM COM O PROPÓSITO DE MEXER COM O LIVRE ARBÍTRIO DE ALGUÉM. 


    Mexer com o livre arbítrio de alguém, como assim? Já ouviu falar em "Trago seu amor de volta em 3 dias", " Feitiço de amarração."? Essas são os erros clássicos do nosso ego humano que deturpa o amor verdadeiro com o seu apego tirano, porém existem outras intenções disfarçadas de boas, como, por exemplo "Vou fazer uma simpatia para que meu filho escolha medicina e passe." ( Ela QUER que ele queira medicina, e ele? ) "Vou fazer uma simpatia para ganhar o concurso de qualquer jeito" ( O concurso é uma competição entre várias pessoas além de você, e as outras? É justo com elas? Você pediu à Deus se seu comando permite que conquiste isso ou você simplesmente quis e nem cogitou o ponto de vista dos seus irmãos? ).... e muito mais.

    Se o próprio Criador deu o livre arbítrio para sua criação seguir seu caminho, quem é você para querer movimentar à seu bel prazer o destino dos seus irmãos?

5) Fanatismo

 O fanatismo é o oposto da fé. É a falta dela - então ele grita regras, grita normas, grita verdades para tentar criar um ambiente ao seu redor que traga a certeza que ele não tem em seu coração sobre o que ele sente.

Eu venho dizer do fanatismo principalmente por causa de alguns ditos populares que estragam as crenças. Pense comigo:
   
       "Pombogira dá, mas pombogira tira." ou "Tudo o que é seu é dela e o que é dela não é seu." - As 3 bases da Umbanda são caridade, humildade e doação. Pombogira faz caridade, ela não se vinga - ela é espírito, não precisa de posses de outros - espírito de luz faz caridade e não necessita de nada além do amor divino e de nossa gratidão para poder trabalhar. Se ela te ameaça, ou pede coisas sexuais, é uma pseudoentidade tentando te enrolar. Elas são sensuais, mas não sexualizadas.

                                   


 Existe uma questão que é, elas, assim como algumas outras entidades, podem acabar pedindo algumas coisas, mas isso é porque elas tem a capacidade de prever possíveis coisas ruins que podem nos atingir e essas tais coisas que elas possuem afinidade nesse mundo ( como velas, flores, objetos, incensos) ajudam a expandir sua energia para poderem nos proteger. Se nós não fizermos e sofrermos com algo, é porque elas não conseguiram se aproximar o suficiente para nos proteger, mas jamais será vingança. Ser de luz NÃO se vinga. 

   "Eles precisam de carne em oferendas para sugarem a energia vital e poderem se suprir." -  Oi? Eles não trabalham com a sua proteção? Eles não vivem de caridade? Eles são espíritos que se suprem principalmente da luz do Pai. Se nós, humanos, com nossa matéria mundana, podemos viver sem carne e, alguns, até sem comer ( só vivendo de prana), o que te faz achar que um ser de luz precisa sugar energia de um corpo morto para "se suprir"?
 
 Esses erros são muito cometidos principalmente com exús e pombogiras - sim, muitos deles podem ter um karma pesadíssimo e decidiram trabalhar para redimir seus pecados- mas não existe nenhum motivo para eles quererem reivindicar coisas do mundo material para si, pois, como eu disse, eles são espíritos. Todas as pessoas possuem exús e pombogiras para sua proteção, até as que nem sabem que eles existem, como você acha que estes se suprem sem oferendas? De amor, de caridade, de luz. Não importa o tamanho do seu karma, o amor é a energia primordial que supre o espírito. 

Espírito que não se desapega do material tem um nome e se chama Obsessor. Chega de ser enrolado por obsessores fingidos de entidades de luz, ok?

    Outro fanatismo é achar que quem não crê nas mesmas coisas não merece iluminação. Você pode encontrar a plenitude seguindo padrões católicos, hindus, sendo ateu ou até espiritualista. Todos podemos educar uns aos outros.

   Um fanatismo terrível que me aconteceu foi: achar que todas as minhas qualidades e defeitos tinham a ver com as entidades que me guiavam. 
    Eu entrei em crise de identidade por causa disso.
   "Você é paciente poque é filha de Nanã" "Você ama todo mundo porque é das falanges de Mãe Maria e filha de Oxum" "Tá usando brinco grande por causa da pombogira."
   Nós não temos qualidade devido às entidades que nos guiam. Nós temos as qualidades porque às conquistamos com a nossa evolução e mérito pessoal ( podendo ter ajuda ou não), porém as entidades que nos ajudam,  tem essas características e estão conosco por assimilação energética.
   Você conquistou suas virtudes e a lei da atração traz as pessoas e entidades que mais ter a ver com você para a sua encarnação. É isso. 


Dentre muitas outras coisas.


6) Tribo espiritual 

 Você pode pintar o rosto, se vestir como quiser, se encaixar em uma tribo, com propósitos espirituais similares aos seus ( Seja feliz e livre!), mas, por favor, não se deixe levar pela aparência. Usar uma camisa com uma estampa enorme de uma entidade não te aproxima mais dela, nem te torna mais espiritualizado - ao mesmo tempo, quem se veste com roupas diferentes ou caras não exatamente é menos espiritualizado do que você.
 O contrário também serve, existem pessoas que realmente são felizes com esse estilo mais alternativo de vida e devem ser respeitadas.

integrante da Rainbow Family
 Você não precisa ser pobre, você não precisa ser adepto do amor livre, você não precisa saber de física quântica, você não precisa escolher uma profssão fora do sistema, você não precisa gostar de ler canalizações na internet, você não precisa deixar de frequentar templos de religiões com os quais você se identifica, você não precisa viver alheio as questões políticas e sociais desse mundo, você não precisa chamar todo mundo de "irmão" e nem falar de espiritualidade com todo mundo o tempo todo se não se sentir a vontade com isso para ser alguém espiritualizado.
Espiritualidade não é aparência e o comportamento de cada um depende muito da vida (ou vidas) que ele teve. Nós devemos aceitar o caminho que faz com que as pessoas se sintam bem, mesmo que esse caminho não nos convenha. 

7) Bolha de positividade

fonte aqui

 Existem pessoas que detestam saber sobre as partes negativas desse mundo, elas apenas compartilham as soluções boas que outras pessoas tomam no lugar delas contra as mazelas daqui. Vivem vibrando pelo mundo, porém não se interessam em saber as atitudes diárias ( além do pensamento positivo) que elas podem tomar para melhorar a realidade dos outros irmãos.
 E, muitas vezes, ai de você se cutucar a bolha delas com alguma dose de realidade diferente da que elas escolheu para si.
 Eu não quero que ninguém desperdice a própria vida correndo atrás dos problemas dos outros. Eu apenas quero que as pessoas entendam que nós encarnamos em um planeta que tem maldade e tristeza ( e possui essas coisas para que nós amadureçamos) e esse planeta infelizmente é regido por um sistema que oprime os mais fracos se aproveitando da inconsciência geral da população e sua falta de vontade de levá-los em consideração. 
  Uma coisa é doar comida aos pobres e outra coisa é aprender a como deixar de movimentar o sistema que gera a miséria. ( Ambos são úteis e necessários, mas se não dermos atenção ao segundo ponto, o primeiro nunca deixará de existir e o problema não será resolvido)
 Existem pessoas no Brás ganhando 15 centavos a hora pelas roupas que produzem, existem crianças africanas escravizadas para a produção de cacau dos chocolates, existem irmãos animais morrendo e sofrendo à toa em nossas mãos, existem florestas sendo desmatadas para criação de animais e soja, existem negros sendo tratados como ladrões só por serem negros, existe 1 mulher sendo estuprada à cada 4 minutos no Brasil, existem chineses mandando recados de socorro escondidos nas fábricas por não suportarem mais a exploração.

Vamos dar as mãos?
fonte aconselhável aqui
 Tudo isso que eu citei é gerado pelo consumo inconsciente e pela nossa falta de responsabilidade perante a forma como sustentamos a cultura ( por exemplo, piadinhas que coisificam a mulher e alimentam a cultura do estupro). E, muitas vezes, o único esforço que temos que fazer é tomar pequenas atitudes diferentes.

{No entanto, existem pessoas que passam somente sua positividade, porém são conscientes e tomam atitudes. Elas não se enquadram aqui.}

  Não é para viver sofrendo, com peso e ódio no coração, é apenas, para enxergar o aquilo que podemos deixar de alimentar no sofrimento do irmão. Se fosse para apenas vibrarmos, não teríamos encarnado - nós temos mãos, pernas, escolhas e responsabilidade. Aos poucos, é possível nos conscientizarmos sem deixarmos levar pela cultura de ódio e trabalharmos conscientemente por um mundo melhor.

 ----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 Os Obsessores e Ladrões de energia 
   Existem infinitos tipos de obsessores e ladrões de energia, mas hoje não quero me alongar dizendo seus tipos e a forma com que eles atuam. Eu só quero dizer que muitas postagens bombam falando como as pessoas podem se proteger deles é que, a verdadeira forma de proteção é buscando abrir nossos olhos para os nossos defeitos.

   Nossos defeitos nascem do ego desequilibrado e este abre brechas na sua aura. A negatividade ou energia confusa que você emanar de dentro de si irá atrair essas pessoas por similaridade e, pela sua brecha, irão sugar a sua energia.
  Obsessores simplesmente adoram usar nossos erros sobre espiritualidade para nos levar para um caminho ruim nos fazendo crer que é bom, eles são muito bem treinados para isso, porém o nosso maior sabotador somos nós mesmos.
 Nossa mente desconectada da alma é o grande perigo e, enquanto não curarmos as nossas mazelas espirituais, mentais, emocionais, energéticas - poderemos fazer de tudo e eles sempre irão reaparecer.
  Por isso, ter noção dos nossos erros para consertá-los, manter a humildade e aceitar que Deus lhe guie para além das suas expectativas ou do que lhe é mais cômodo é o melhor método de proteção que podemos ter sobre a lucidez de nossa fé.


O Xamã e os erros
fonte aqui

  O xamã é aquele que vê o bem e o mal - ele aprende a ver essa dualidade dentro de si mesmo e, mesmo sem poder destruir seu lado negativo, ele o enxerga, analisa, e aprende a dominá-lo. Esta é a maneira com que ele aprende a destruir a magia negativa desse mundo, olhando para dentro e vendo a semelhança de seu eu interior com essa negatividade externa para poder tomar uma atitude. Este é o xamã - é aquele que aceita ver.

   Por isso, se você aceita ver o seus erros e lidar com sua sombra, estará dando o primeiro passo para retirar o véu de ilusão e entrar no caminho do xamã.


    Digo novamente, que eu não estou isenta dos meus erros, porém senti que deveria escrever este texto. Espero ter ajudade alguém e espero que possamos todos amadurecer juntos nesse lindo caminho de volta à verdade de Wakan Tanka (Deus).

   Lembrem-se, Deus vem sempre antes e acima de tudo.

    Gratidão pela leitura.

Comentários

  1. Flor querida, eu realmente acredito que essa postagem esteja cheia de consciência e sobretudo, humildade. Senti no meu coração. Mais uma vez, agradeço por compartilhar!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

A ESSÊNCIA DO CONVERSAR

CORAÇÃO AÇÃO - por HANIEL

Sabedoria de Bruxa Morgana sobre uso de Magia