Gerando moral e fé na infância: Dragon Ball

 Eu sei que todos nós temos momentos de falta de fé, que os fatos podem se desdobrar de diversas maneiras e que tudo pode ter seu lado bom e ruim de interpretação.

  Mas eu fui aquela criança que olhava para as coisas que assistia na televisão buscando o lado bom e perseverante daquilo tudo, absorvendo as lições e vim fazer uma postagem simples sobre tudo o que aprendi  para talvez refazer os jovens que viam as mesmas coisas que eu reverem com nostalgia aquilo que realmente faz seus corações vibrarem:


 Vamos começar com o favorito da maioria: Dragon Ball


  Dragon Ball foi uma série bem longa para eu citar tudo, tinha muita luta, um cara chamado Ms Satan ( o que eu achei sempre muito bizarro) mas teve várias lições...

      Se não me engano foi no começo da série, Goku quando perdia o controle do seu ódio, se transformava em macaco gigante e começava a destruir tudo de forma irracional. Nós como pessoas, quando deixamos nos levar pela ira, podemos perder o controle e ferir a todos ao nosso redor de forma inconsequente botando tudo a perder. A agressividade sempre foi um instinto de parecer mais forte, mais poderoso, de fazer todo mundo calar a boca de medo.




      Nós, infelizmente, em um mundo ruim, acabamos por necessitar do uso da ira para nos protegermos em certas situações aonde as pessoas que nos coagem são agressivas e opressoras e não ouvem conversa, porém, controlar essa ira, transformá-la em bravura em prol de um objetivo real para si e para o mundo, tentando passar realmente alguma mensagem, pode, sim, fazer com que essas pessoas gerem algum respeito verdadeiro do que apenas calarem-se de medo.
      É isso o que Goku nos ensina, ele sempre teve o coração bom, aprendeu a controlar o seu instinto destruidor e começou a lutar com honra por aquilo que acreditava. Assim como muitas pessoas de coração bom são vista pelo mundo, ele foi visto como bobo por muitos inimigos, mas sempre provou que essa era a fonte de seu poder e prosperou acima de todas as adversidades. 

     
Outra parte da história é a saga de Majin Boo. Um bruxo ruim ( creio que Babidi) manda seus capangas roubarem energia de Gohan, filho de Goku. Tendo sucedido isso, ele usa essa energia para fazer nascer um ser chamado Boo, ou Fat Boo (Boo gordinho), por ser rosado, gordinho e de aparência inofensiva. A maldade sempre foi a forma mais usada para roubar energia alheia, ela nos dá a falsa impressão de poder, porém energia roubada é como veneno e nos consome, da mesma maneira, Fat Boo se rebela, transforma o bruxo ladrão de energia em biscoito e o devora.

   
 Era por isso que Goku e os outros se transformavam em Super Sayajins, eles puxavam a energia dourada de si próprios, o KI,  o poder do seu eu interior, para terem o poder e lutarem pelos seus objetivos.  A sua própria fé e força de vontade os tornavam fortes, era completamente imoral roubar energia dos outros.


     Fat Boo então passa a ser tratado como monstro pela população e esta pede para que Ms Satan ( que era bem fraco e medroso eque provavelmente usava esse nome para parecer mais forte e perigoso do que realmente era) o derrote. Ele, com medo, acaba despertando bondade em Boo e tornando-se amigo dele. Essa relação de Ms Satan com Boo e a relação de Goku com Vegeta e algumas outras no anime, me ensinaram que, com perseverança, podemos despertar a luz em nossos inimigos e fazê-los bons e amigos.

                                                         


     Apesar disso, Boo é mal compreendido e atacado, deixando sua raiva explodir e devorá-lo, transformando-se em Evil Boo (Boo Mau), que é extremamente destrutivo. O Boo rosadinho permanece dormente dentro do mau e, em certo momento, escapa e começa a lutar contra ele. Nós temos momentos de desencantamento e podemos ficar perdidos na vida, porém, os aprendizados de nossa alma permanecem latentes até virem a oportunidade de despertarem em nós novamente lutando contra nosso ego deturpado. 

     Após várias tentativas, o cruel Boo já havia absorvido a energia de muitas pessoas e passado por diversas transformações, agora ele estava fortíssimo, carregando em si uma maldade profunda e universal. Depois de muitas tentativas, Goku descobre o que fazer, ele usa uma técnica que aprendeu enquanto estava no céu, uma técnica divina. 

     Ele estende seus braços para o céu e, somando um pouco da energia vital ( a energia divina que modela a existência) emprestada de tudo e todos. Forma uma enorme esfera azul, chamada Genki Dama ( "Esfera de Energia") e, junto com a fé de todas as crianças que assistiam àquele programa de braços levantados cheias de emoção, lança-a em direção à Evil Boo.

   


 

     Este segura a esfera em um ato final de desespero. Então Goku mostra sua compaixão: "Eu respeito seu poder e toda a sua capacidade de ter feito todos nós odiarmos você" e, com dois dedos na testa ( um gesto de consciência) utiliza o poder de sua mente para empurrar a esfera para frente e finalmente destruir Majin Boo.
   
   O mau somente termina quando tomamos consciência de sua utilidade em nossa evolução como no gesto de consciência de Goku. O mau nada mais serve para ensinar as pessoas a enxergarem o amor em si e no outro (que é a luz que todos temos) e doarem-no umas às outras, como na Genki Dama, para ativarem a maior energia divina, revolucionária e pacificadora que nós precisamos para sermos felizes de verdade e tornarmos o nosso mundo um lugar melhor. 

    Lembrando que o símbolo de Deus é a esfera e que a luz azul simboliza o pioneirismo e fidelidade divina, a Genki Dama não é nada mais nada menos do que o nosso potencial supremo, o nosso maior ato de espelhamento a imagem de Deus, o poder espiritual de toda a nossa existência capaz de alterar drasticamente para melhor a nossa realidade quando ativado. A Genki Dama é o gesto co criador.



Mude o mundo.
  Lute pelo bem maior.
Ame, doe-se e permita-se ser amado.
SUA LUZ BRILHA O AMANHÃ



 Obrigada por lerem!

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

A ESSÊNCIA DO CONVERSAR

CORAÇÃO AÇÃO - por HANIEL

Sabedoria de Bruxa Morgana sobre uso de Magia